10 Fantásticas Curiosidades Sobre Gatos

Gato cinza com olhos azuis
31 Maio 2020 Pets4Company

Pensa que sabe tudo o que há para saber sobre o seu amigo felino? Descubra aqui!

  • O avô de todos os gatos.

O mais antigo caso de que há registo de um gato de estimação chega-nos do Chipre onde uma escavação arqueológica revelou uma sepultura há muito esquecida que, segundo os arqueólogos, está datada de período anterior aos egípcios!

  • O seu gato pode ser alérgico a si!

Estudos comprovam que os gatos podem ser alérgicos ao dono e à casa: fumo de cigarro, pólen de plantas ornamentais, pó e até mesmo células mortas da pele e caspa do seu amigo humano, podem causar graves inflamações respiratórias aos nossos companheiros felinos.

Se o seu gato espirrar já sabe, a culpa pode mesmo ser sua!

gato laranja escondendo o focinho nas patas

  • Os gatos gostam de carinho…com moderação.

Embora possa por vezes parecer distantes e um tanto quanto snob, o seu gato pode disfrutar de um momento relaxante de carinho! O gato morde, afasta-se ou procura refúgio? Pois, nem sempre queremos que nos amassem ou que invadam o nosso espaço! Os nossos amigos felinos sentem o mesmo: um bom carinho sim…mas só quando eu quiser!

  • Gatos e cães podem viver em harmonia.

Claro que tudo depende do temperamento e hábitos dos nossos amigos patudos mas a verdade é que cães e gatos não são necessariamente inimigos mortais e podem na verdade desfrutar da companhia um do outro. Não acredita? Experimente…com cautela!

cão e gato deitados juntos na relva

  • Sofrem de maleitas muito semelhantes às nossas.

À semelhança dos humanos os gatos podem sofrer de doenças hereditárias. Um defeito genético pode resultar em retinite pigmentosa (visão em túnel) e a FIV – Vírus da Imunodeficiência Felina é muito semelhante ao HIV nos humanos. Além disso tem a sua própria versão de alzheimer e mais de metade dos gatos domésticos sofre de obesidade!

  • Afinal não ronronam porque estão felizes!

Embora associemos o ronronar do gato a uma situação de descontração e carinho, a verdade é que os gatos ronronam em diversas situações: quando se sentem stressados e quando estão feridos ou doentes, durante o parto e ao amamentar, entre outros.

A frequência da vibração que emitem ao inalar e exalar parece variar entre 25 e 150 hertz e os cientistas concordam que o ronronar tem um efeito regulador e estimulante promovendo uma mais rápida cicatrização e alívio de dores!

gato sentado com ar enfadado

  • Existe um motivo para beberem água usando as patas!

Imagine que tem os bigodes de um gato. Agora, tente beber água de um recipiente estreito…não é uma boa combinação!

Recipientes demasiado estreitos provocam stress nos bigodes do gato. Assim, alguns preferem molhar a pata e beber assim em vez de submeterem os seus delicados bigodes a uma situação apertada.

  • Passam uma grande parte do tempo a dormir e a tomar banho!

Já todos sabemos que os gatos passam uma boa parte do dia a dormir, mas sabia que o período de descanso compõe cerca de 70% do dia do seu gato? Quanto aos restantes 30% consistem em banhos entre sestas!

gato deitado com patinho de borracha em cima da cabeça e rodeado por outros objetos alusivos ao banho

  • Isaac Newton inventou a porta do gato!

Acredita-se que o famoso cientista terá inventado a porta do gato depois de ser interrompido inúmeras vezes pelos seus gatos arranhando a porta enquanto desenvolvia as suas experiências na Universidade de Cambridge. Reza a história que mandara chamar o carpinteiro da universidade para que fizesse dois buracos na porta, um maior para a mãe gata e outro mais pequeno para os gatinhos. Aparentemente estes buracos podem ser vistos à presente data na universidade.

  • Não conseguem sentir o sabor doce.

Todos concordamos que os gatos conseguem ser a coisa mais doce mas a verdade é que os nossos amigos felinos não conseguem sentir o paladar a doce! Tal parece dever-se a um pequeno defeito nos recetores de sabor. Este defeito é partilhado pelo gato doméstico com os seus parentes selvagens tais como chitas e tigres.

Tigre deitado sobre a relva de patas cruzadas

 E então, descobriu algo que nao sabia sobre o seu gato