Tudo o que precisa saber sobre Caturras!

caturra cinza
09 Maio 2020 Pets4Company

O amigo ideal para principiantes: tudo o que necessita de saber antes de adquirir uma caturra.

Sendo uma das aves que mais vulgarmente podemos encontrar como animal de estimação, este amiguinho australiano, dotado de um penacho arrebitado e uma personalidade a condizer, corta qualquer momento de monotonia de um lar com os seus assobios vários. É considerada uma ave de baixa manutenção, social, e facilmente domesticável, gentil e um tanto cómica, que pode aprender uma série de assobios e truques. Quando mantida nas condições mais adequadas pode viver cerca de 20 anos.

Habitação e Higiene:

A gaiola disponibilizada deve ser alta e larga para que a caturra possa trepar e bater as asas confortavelmente. Alguns donos preferem gaiolas com uma abertura no topo e por deixar a ave passar algum tempo fora da mesma para que possa sociabilizar e voar um pouco. Estes períodos fora da gaiola devem ser feitos com todos os cuidados e supervisão, longe de outros animais e de crianças pequenas uma vez que rapidamente podem ocorrer situações adversas e mesmo lesões graves.

No interior da gaiola devem estar presentes um comedouro e um bebedouro, de material que não seja facilmente destruído uma vez que as caturras são dotadas de um bico forte e portanto, capazes de roer. Estes, bem como os poleiros devem ser colocados de modo a que a ave se possa movimentar e virar sem apertos e sem prejuízo das asas e da cauda. Devem ainda ser lhe disponibilizados brinquedos de madeira não tóxica para que possa brincar e passar o tempo.

O fundo pode ser coberto com substrato apropriado o que torna a gaiola mais fácil de limpar e manter.

Alimentação:

Na natureza a caturra alimenta-se de sementes de árvores e gramíneas, mas também pequenos insetos, comendo, como qualquer ave selvagem, aquilo que consegue encontrar. Em cativeiro, podemos encontrar diversas misturas à base de sementes e rações granuladas de criação ou manutenção.

Podemos também apostar em alimentos frescos tais como frutas e verduras várias de forma a proporcionar uma alimentação variada e completa por forma que a ave não sofra de desequilíbrios nutricionais.

Saúde e bem-estar:

A gaiola deve ser mantida limpa e sem dejetos ou excesso de pó solto pelas penas das aves. Devem também evitar-se ambientes demasiado húmidos nos quais possam proliferar bolores, fungos e parasitas tais como piolho. Tudo isto pode ser prejudicial para a saúde respiratória da ave

Por vezes as fêmeas poderão colocar ovos mesmo não estando em situação de criação com macho e ninho à disposição, o que leva a uma maior necessidade de vigia e cuidado com os níveis de cálcio para que, com o passar do tempo, a ave não venha a sofrer de descalcificação. Para o efeito podemos colocar à disposição um bloco de minerais para que possa recuperar o cálcio perdido.