Agapornis: Os inseparáveis

agapornis rosicolis verde de faces pessego pousado num tronco de arvore
16 Outubro 2020 Pets4Company

Coloridos, inteligentes e muito apaixonados - apresentamos: os lovebirds!

Os Agapornis são uma das aves de companhia mais populares e não é para menos: coloridos, inteligentes e carinhosos, são autênticos “papagaios de bolso”!

Pertencentes à genus Agapornis, ordem dos Psittaciformes, não apresentam aparente dimorfismo sexual. Com um comprimento médio de 15cm, pesam entre 50 a 60 gramas, o que os torna num dos mais pequenos companheiros de bico curvo.

Amorosos por natureza, são capazes de grandes demonstrações de afeto, alimentando e cuidando do parceiro. Quando encontram “o tal” formam pares para toda a vida. Não foi à toa que receberam a designação de lovebirdsa ave do amor!

agapornis fischeri a comer num tronco

As Origens

Com exceção do Agapornis da ilha de Madagascar, todas as sub-espécies de Agapornis são originárias do continente africano, deslocando-se em bandos modestos de poucos elementos. Na natureza, alimentam-se de plantas gramíneas, sementes, frutas e vegetais.

Existem ao todo nove subespécies de Agapornis no mundo das quais apenas três são mantidas como animais de estimação: o Agapornis-Fischeri, o Agapornis-Personatus e o Agapornis-Roseicollis.

Algumas subespécies necessitam de conter na sua dieta figos nativos para que se possam manter saudáveis e reproduzir, sendo este um dos entraves a que sejam mantidos em cativeiro.

quatro agapornis personatus verde de cabeca cinza pousados numa arvore

Em cativeiro

Em cativeiro existem dietas desenvolvidas de acordo com as necessidades especificas dos Agapornis que devem ser complementadas de frutas e verduras. É de grande importância manter água fresca regularmente renovada e sempre à disposição bem como uma fonte de cálcio e minerais (ex: osso de choco), sobretudo em períodos de crescimento ou acasalamento.

Ocasionalmente deveremos proporcionar água em recipiente que permita ao Agapornis tomar banho e refrescar-se.

Apesar do seu tamanho pequeno são aves que requerem bastante espaço pelo que a gaiola a considerar deverá corresponder às suas necessidades de movimento. Deverá também ser de material resistente: o seu bico pequeno consegue ser bastante destrutivo! Poleiros vários e estrategicamente colocados devem permitir que a ave se alimente sem dificuldades, devendo um deles estar colocado numa área mais elevada onde o Agapornis possa observar o ambiente que o rodeia de um ponto estratégico!

Um ninho ou abrigo é essencial no caso de as aves se encontrarem no exterior.

Brinquedos vários, de madeiras sem tratamento e cordas, completam o cenário proporcionando em simultâneo uma distração - sendo aves dotadas de grande inteligência, a ausência de estímulos pode levar a problemas de saúde mental.

Apaixonado por estes pequenos enamorados? Nós com certeza estamos!

dois agapornis um amareloe um verde a dormir